18 de fevereiro de 2009

Dobby, Negão e Snoopy

DOBBY, NEGÃO E SNOOPY

ઇઉ ઇઉ ઇઉ

Dobby, meu primeiro amiguinho
Deu-me e recebeu muito carinho
Infelizmente daqui já partiu
E ao meu lado não mais prosseguiu.
Da raça Border Collie, era muito inteligente
Era meu amigo e confidente
Brincalhão, atencioso e amoroso
Em toda a sua vida, foi muito dengoso.
Negão, um cachorrão do coração
Foi encontrado largado na rua, por meu irmão
Que por morar em apartamento
O trouxe para mim como um presente e um alento.
Ainda é bem novo, mas já está enorme
É uma “criança” que pouco dorme
Brinca o tempo todo, mastiga de tudo
Assim é meu Negão, que parece veludo.
Snoopy, meu pequenininho
Muito amoroso, mas às vezes marrudinho
Fui buscá-lo em uma instituição
Que se dedica a cuidar do amigo cão
Ainda é bem novinho
Toda hora quer colinho
Gosta muito de “lambeijar”
E com suas “mãozinhas” me acarinhar.

ઇઉ ઇઉ ઇઉ

Nenhum comentário:

ઇ‍ઉ Vôos ઇ‍ઉ da ઇ‍ઉ Borbollettah ઇ‍ઉ
ઇ‍ઉ Borboletas ઇ‍ઉ

Aos casais... Ante a espessa ramaria
verde, e rendada ao sol deste verão
livres, felizes, cheias de alegria,
as borboletas pelos céus se vão...

Despreocupadas... Pela floração
se perdem, numa inquieta correria...
Onde foram? E em que lugar estão?
Já não se vê o olhar que as perseguia...

Mas, de repente, voltam pelo espaço,
trêmulas e amorosas de cansaço,
asas roxas e azuis ou violetas...

E invejoso pensei, vendo-as pelo ar:
quem me dera nascer, viver e amar,
como aqueles casais de borboletas!

(J.G.de Araujo Jorge)