28 de junho de 2009

Palavras ao vento

Poetas participantes:

1- Borbollettah Sandra Regina
2- Ruth Gentil Sivieri
3- Maria Thereza Neves
4- Ilze Soares
5- Mikas
6- Ervin Figueiredo
7- Isabel Passos
8- Marcial Salaverry
9- Ninita Lucena
10- José Ernesto Ferraresso
11- Vera Chvatal
12- CANDY BORGES
13- Kedma O'liver
14- Clara da Costa
15- Carlos Riesemberg Neto
16- Eri Paiva
17- Rute Seubert
18- Sonia Salete
19- Ezingra
20- Heliomar
21- Augusta Melo
22- Paulo Fernando
23- Heloisa Abrahão
24- Beki Bassan
25- Regina Fonseca
26- André Z
27- Zenaide Giovinazzo
28- NYL GAR
29- Sandra Galante
30- faffi
31- Fátima Moreira
32- Giovânia Correia
33- Ilza Nalia
34- Fatima Abrantes
35- Luiz Fernando
36- Rute Seubert
37- Naidaterra
38- Socorro Lima Dantas

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

1- PALAVRAS AO VENTO
Borbollettah Sandra Regina

Palavras podem voar ao vento,
voar para outro mundo...
Mas sentimento não muda com o tempo!

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

2- As palavras proferidas
Com amor e emoção
Vento não leva não!

Ruth Gentil Sivieri

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

3- PALAVRAS AO VENTO
Maria Thereza Neves

as estrelas quando caem morrem
palavras que inventei choram
quando vendavais apagam.

11/05/09

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

4- As palavras voam com o vento
e podem espalhar alegria
ou muito tormento!

Ilze Soares

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

5- PALAVRAS AO VENTO

Fale menos atue mais...
porque as vezes as palavras são tristes...
vão com o vento, mas magoam demais.

Mikas

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

6- PALAVRAS AO VENTO

O ímpeto da paixão ecoa no tempo,
Como se escoa qualquer pensamento,
Bem como atira-se, palavras ao vento...

Ervin Figueiredo
11/ mai/ 2009
Americana/ SP

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

7- PALAVRAS AO VENTO...
Isabel Passos

são isentas de sentimento...
Dissipam-se com a brisa...
Não merecem um só lamento...

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

8- PALAVRAS AO VENTO
Marcial Salaverry

Palavras trazidas pelo vento,
vindas de belos poemas,
a falar do amor todas as coisas...

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

9- A palavra pode voar
Nas asas da imaginação
E no coração pousar.

Ninita Lucena
Natal/Rn

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

10- PALAVRAS AO VENTO
José Ernesto Ferraresso

Palavras e sílabas o vento as levam,
para lugares distantes e poder construir,
nessa união criam-se versos e rimas de emoção...

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

11- Palavras ao vento
Coração ao léu...
Tristeza e desencanto!

Vera Chvatal

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

12- PALAVRAS AO VENTO...

Olho a minha volta... Não mais te vejo
meu grito sufocado no peito
palavras levadas ao vento...

CANDY BORGES

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

13- PALAVRAS AO VENTO

Causam lindo sonhar
ditas com emoção
mas que também ferem.

Kedma O'liver

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

14- Meu coração apaixonado
guardou no peito
palavras que foram levadas pelo vento...

Clara da Costa

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

15- Palavras ao vento

Faz muito tempo...
Ouvi tuas juras de amor.
Foram palavras ao vento...

Carlos Riesemberg Neto

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

16- PALAVRAS AO VENTO
Eri Paiva

Minhas palavras de amor
Falavam do meu sentimento
E jogaste ao vento. Lamento!

Em 12.05.2009

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

17- Rute Seubert

Vou como palavras em nuvens singulares,
para ver se encontro quem com o vento já
se foi... sem deixar uma palavra sequer.

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

18- Palavras ao vento
Sonia Salete
12/05/09 SP

Perdeu-se na imensidão
Tudo o que foi dito
Dissolveu-se no tempo da escuridão...

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

19- Palavras ao Vento

Vejo o mundo a sorrir
palavras ao som, do vento
vida a cantar no gorjeio dos pássaros

Ezingra

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

20- PALAVRAS AO VENTO

Chamo teu nome
Grito que te quero e não me escutas.
São palavras jogadas ao vento

Heliomar

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

21- Palavras ao Vento

Palavras são folhas ao vento,
que transpõem as mentes,
e aí está a sabedoria dos versos.

Augusta Melo

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

22- PALAVRAS AO VENTO
Paulo Fernando

Palavras que se vão... somem
mas o amor que elas deixaram
permanece para sempre.

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

23- Palavras ao vento
Heloisa Abrahão

Você me enganou, feriu meu coração,
Com falsas palavras.
Agora te jogo ao vento.

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

24- PALAVRAS AO VENTO
Beki Bassan

Palavras o vento podem se perder
Mas meu amor por você é tanto
Que só a morte poderá levar

14.05.09

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

25- Palavras ao vento
Regina Fonseca

Em constante rotina, passo as noites
dizendo palavras de amor
que o vento leva embora.

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

26- PALAVRAS AO VENTO

São ditas, benditas ou malditas,
É o ar que sai de nosso ser
Flechas perfurantes da vida.

André Z

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

27- PALAVRAS AO VENTO
Zenaide Giovinazzo

Olhos nos olhos,
envolta em meus pensamentos
jogo palavras ao vento.

SP/16/05/09

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

28- PALAVRAS AO VENTO

São jogadas... impensadas... soltas.
Como um tiro certeiro...
Lançam a desilusão... invadem o coração... matam a emoção!

*NYL GAR*
28/05/2009
21:00 hs

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

29- PALAVRAS AO VENTO

O tempo passa a cada momento...
As palavras ao vento fazem o tormento
De quem fala sem usar o discernimento.

Sandra Galante

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

30- Palavras Ao Vento
faffi

Seja sábio, pense mais e fale menos,
não jogue palavras ao vento,
lembre-se que o vento leva... e traz.

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

31- Palavras ao vento
Fátima Moreira

Meu mensageiro preferido
sempre a sussurrar em seu ouvido,
como é grande o meu amor por você...

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

32- Palavras ao vento
Giovânia Correia

eu pronunciei.
Espero que cheguem até você.
E acalmem o teu ser.

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

33- PALAVRAS AO VENTO...

Assim dizem os sábios! Assim os observadores!
Enfim todos concordam sobre a palavra,
diante dos insensatos!... Não dos doutores!

Ilza Nalia

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

34- PALAVRAS AO VENTO
Fatima Abrantes

Palavras loucas... docemente repetidas
Sussurradas... Leva vento, ar afora...
pra chegar ao meu amor neste momento.

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

35- Palavras ao vento

Palavras de amor
São tão forte
Quanto ao vento

Luiz Fernando

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

36- PALAVRAS AO VENTO
Rute Seubert

Em vão jogarmos palavras ao vento,
pois cedo ou tarde voltarão a nos cortar
como afiadas navalhas.

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

37- PALAVRAS
Naidaterra

Tuas palavras são bálsamos
como são os lindos salmos,
trazem-me a paz...

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

38- PALAVRAS AO VENTO
Socorro Lima Dantas

Será que foram em vão,
tantas palavras de amor
que para mim, o tempo não apagou?

ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ ઇ‍ઉ

Nenhum comentário:

ઇ‍ઉ Vôos ઇ‍ઉ da ઇ‍ઉ Borbollettah ઇ‍ઉ
ઇ‍ઉ Borboletas ઇ‍ઉ

Aos casais... Ante a espessa ramaria
verde, e rendada ao sol deste verão
livres, felizes, cheias de alegria,
as borboletas pelos céus se vão...

Despreocupadas... Pela floração
se perdem, numa inquieta correria...
Onde foram? E em que lugar estão?
Já não se vê o olhar que as perseguia...

Mas, de repente, voltam pelo espaço,
trêmulas e amorosas de cansaço,
asas roxas e azuis ou violetas...

E invejoso pensei, vendo-as pelo ar:
quem me dera nascer, viver e amar,
como aqueles casais de borboletas!

(J.G.de Araujo Jorge)